THEMES
Não são mais diponibilizados themes e nem há intenção de voltar a disponibiliza-los, portanto, evite a inconveniência de falar sobre este assunto em minha inbox. Obrigada!

Escreve “ai”
quando a intenção
é dizer “aí”.
E eu aqui
a pensar:
é falta de português
ou é só a dor falando mais alto?

Cicatriz tem rosto

Não pense que me agrada o coração ter um lugar cativo para tantos rancores. Eu guardo neste baú negro, derrotas de vidas passadas, beijos que se amargaram e cicatrizes com rosto. Eu queria não poder remoer e assim não me moer por dentro. Os dias de cão já se foram e deles só tenho a costela, mesmo assim a cabeça ainda dói e o choro é seco.

dm.

Se eu não choro eu afogo,
apronto pra dentro de mim.
Vou morrendo em silêncio,
nem sabem que eu fico assim.
Morro na fila do banco,
no banco no fim do jardim.
Morro quando acordo cedo demais,
quando olho pro teto e vejo o vazio sem fim.
Eu morro aos finais de semana,
quando a vida gira, gira, gira.
E eu não aprendi a girar assim.

Jorge de Castro

sin título by thursdayaffairs on Flickr.
ela escreve groselha e eu sempre gostei de suco de limão

é tão bonita, tão cativa, com certeza tem cheiro de flor. mas eu queimo, ardo e doou. sempre tão romântica, me causa uma tontura repentina e uma náusea corriqueira, gosto tanto do amor concreto e ela me vem com essas groselhas, mesmo sendo linda, é também tão rasa. eu poderia te odiar por amar tão certo e eu tão esquerdo e torto, e conturbado e violento. sempre gostei mais de suco de limão, com pouco açúcar que é pra saber que isso se trata de realidade, porque prefiro os atropelos da vida do que qualquer amor bonito de tv.

dm.

não se pode ser tão mediano e comedido. nem tão louco, nem tão normal: muito nada, marasmo, estafa. então, corre pro mar e se não tiver um, qualquer poça de  lágrima pode vir há ser parque aquático. entorta o caminho, foge da linha, não siga o mundo.

dm.

Posso te tocar com a ponta dos dedos formigando depois do banho, posso ser o que você quiser. Posso te deixar olhar dentro dos meus olhos apesar do medo de ser descoberta. Eu posso. Posso deixar minha língua solta na tua pele até me pedir pra parar, te deixar em mim. Eu posso.

o infinito não foi feito para ser explorado,
foi feito para se perder.
eu me perco em qualquer pensamento corriqueiro.
sou infinito o tempo inteiro.

dm.

Anonymous adoçou: O que é amizade pra ti?

é ser mão de afago quando se necessita e quando menos se espera, é segurar firme o outro mesmo que o mesmo esteja indo a um lado oposto. é ser sincero, é confiar, é ficar chateado, chorar e brigar feio, mas nunca ir.


Na padaria do Seu João

Não se vende pão
Esta por sua vez
É fábrica de sonhos bons
E a cada hora
Sai uma fornada
De poesia bem quentinha
Com aquele cheiro gostoso
De se fazer perder
E a gente come com olhos
Enquanto a mente lambe os beiços.

dm.

Eu sou

Sou tudo, sou nada. Sou eu, sou você. Sou cheio, sou vazio. Sou complexo, sou delicado. Sou perturbado, sou calmo. Sou irritante, sou adorável. Sou descontente, sou carente, sou problemático, sou doente, sou teu céu, sou tua vida, sou teu amanhecer e o teu anoitecer. Sou várias coisas.  Sou a bagunça da vida. Sou tudo o que sei e o que não sei também. 

"Esse é o fim de todo amor: Poesia."
— Versatilizar

o infinito não foi feito para ser explorado,
foi feito para se perder.
eu me perco em qualquer pensamento corriqueiro.
sou infinito o tempo inteiro.

dm.